segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Bem guardado


Ainda bem que temos a capacidade de aprender e se renovar a cada dia.
E cada pessoa que vai entrando na vida da gente, vai conhecendo alguém mais maduro, talvez até melhor do que éramos até certo tempo atrás.
Penso assim depois de algumas mudanças radicais.
Mas não só porque aconteceu comigo, mas vejo que acontece com outras pessoas.
São coisas do tempo.
Hoje acho que foi a hora certa, a hora, o dia o momento exato em que cada indivíduo passou a fazer parte da minha vida.
Penso muito no primeiro dia do ano de 2009.
Eu guardava uma caixinha.
Essa caixinha estava guardada com tudo de especial que eu tinha.
A cada dia da minha vida, eu guardava mais alguma coisa lá.
Essa caixa estava guardada no sótão, bem empoeirada, esperando alguém especial para que eu pudesse compartilhá-la.
Algumas vezes eu cheguei a tirá-la do local seguro para compartilhá-la, mas depois via que esse alguém não era exatamente quem eu esperava.
Nessa espera, eu a deixei no maleiro do meu guarda-roupas, porque afinal, meu alguém poderia aparecer de surpresa, né?
Depois de tempos guardada , minha caixinha foi ficando empoeirada e cheia de mofo, até que resolvi que a deixaria por algum tempo na sótao mesmo, já que não pretendia mais usa-la tão cedo.
Continuei conservando o que eu tinha de mais especial nela, mas já sem muito ânimo.
Até que um dia aconteceu o inesperado: o alguém apareceu.
Mas a caixinha já estava emperrada de tanta poeira! Eu fui pega de surpresa no primeiro dia do ano!!!!
Tive que fazer uma faxina, e como o conteúdo dela é muito extenso, essa tal faxina foi trabalhosa. Algumas coisas foram restauradas, outras atualizadas e outras renovadas.
O bom é que no final, ela ficou ótima, como eu queria que fosse.
Sei que não é perfeita, mas foi a caixa que guardei com o melhor que tenho.
Pro meu amor, guardei a minha vida e com ela, minhas experiências.
Espero que goste da caixinha.



A caixinha tem música também!

2 comentários:

Cristiano disse...

ganhar esta caixinha foi a maior graça que Deus concedeu-me em 2009! Certamente não sou digno de tamanho dote, mas a cada dia tento ser melhor por você, com você, pra você. Saiba que de mim você não ganhou a caixa apenas, mas o armário inteiro! Te amo!

Albertinho disse...

Supreso mesmo contigo e que seja a confirmação da serenidade que o tempo te dedica.